top of page
Marca-Fundo-Cor-Verde-Claro.png
  • Foto do escritorTecidual

A importância da sustentabilidade e ESG para o setor moda, têxtil e vestuário


A importância da sustentabilidade e ESG (sigla em inglês para Environment, Social and Governance) no setor de moda e vestuário tem relevância por vários motivos. Alguns fatores específicos do nosso setor nos levam a fazer sérias reflexões. Muito se fala que a indústria da moda é a segunda mais poluente do planeta, enquanto outras fontes citam outros setores, tais como energia, agricultura e transportes.


Porém, podemos observar que a indústria da moda, têxtil e vestuário, pelo seu tamanho e complexidade, também se conecta com esses setores: da matéria-prima, que pode vir da agricultura, energia para processos e transporte ao longo de toda cadeia produtiva. Olhando por essa perspectiva, fica mais claro distinguir em quantos pontos ao longo do ciclo de vida de uma peça de roupa pode haver diversos e grandes impactos, sócio ambientais. Por outro lado, argumenta-se que o crescimento da indústria de moda rápida (fast fashion) estimulou as economias de muitos países em desenvolvimento, conduzindo em muitos casos a um aumento do PIB e a uma redução das taxas de desemprego.


No entanto, pesquisas reconhecem as más condições de trabalho ou acidentes frequentes em confecções. Isso tudo somado à alta exposição ao consumidor final. Esse consumidor não precisa ser necessariamente um ativista, mas se torna continuamente mais consciente e pode adotar ou não uma marca em função dessa imagem.

Assim, uma agenda em ESG e sustentabilidade na empresa se inicia considerando os riscos e impactos de nosso setor específico, para uma maior eficiência na implantação de práticas e o alcance de metas.

0 visualização0 comentário

Commenti


bottom of page